Tectoy comemora seu vigésimo aniversário com nova estratégia

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Empresa busca revitalização da marca e da linha de produtos. Com um novo modelo de gestão, a empresa também pretende ingressar no Novo Mercado da Bovespa.

A Tectoy, que já foi sinônimo de brinquedo eletrônico e de videogame no Brasil, está dando um salto de amadurecimento em direção ao futuro. No mês em que completa 20 anos de história, a empresa lança sua nova identidade visual que, mais do que uma mudança cosmética, representa um reposicionamento estratégico no mercado. A indústria de eletrônicos e brinquedos dá lugar a uma companhia de entretenimento digital, que está investindo maciçamente na remodelagem interna e em novos produtos.
O processo de renovação foi iniciado há cerca de 20 meses. Em 2005, a Tectoy começou a estruturar uma nova unidade de negócios, lançada oficialmente em agosto de 2006. Especializada em jogos para celular, a Tectoy Mobile já é uma das principais empresas do seu segmento, fornecendo games para milhares de usuários de telefonia móvel do país.

Em maio deste ano, a Tectoy deu mais um passo para a renovação, contratando o executivo Fernando Fischer para o cargo de CEO. Suas três metas iniciais eram reorganizar as áreas de vendas e distribuição, montar uma equipe agressiva e comprometida com a companhia e fazer uma plataforma de lançamento para novos produtos e novas áreas de negócios.

Adotando o modelo de gestão por performance, Fischer já está implementando as mudanças. A área de recursos humanos, por exemplo, já foi reestruturada. Atualmente, a Tectoy mantém um quadro com cerca de 180 colaboradores, dos quais um terço trabalha na sede administrativa, em São Paulo, e o restante, na fábrica de Manaus.

A área comercial está recebendo atenção especial. “A Tectoy vinha adotando um padrão de distribuição muito concentrado”, afirma o CEO. “Estamos redesenhando esse formato para que a distribuição dos nossos produtos seja mais pulverizada.” Além disso, a companhia deve lançar, ainda este mês, uma campanha interna de incentivo com vendedores e representantes e irá aprimorar sua atuação nos pontos de venda.

Para o consumidor final, a novidade mais importante é a ampliação da linha de produtos. “A Tectoy sempre se preocupou em oferecer produtos diferenciados, com valor agregado, e vamos continuar fazendo isso”, explica Fischer. Até o final do ano, a Tectoy inaugura uma nova divisão de negócios, a Cool Toys, com o lançamento do Nabaztag, um gadget que já conquistou a Europa e os Estados Unidos. Participante ativa do Fórum de TV Digital, a empresa também irá lançar o receptor de TV Digital Móvel MobTV.

Os fãs dos videogames, porém, não serão esquecidos. A companhia continuará produzindo e modernizando seus consoles, com muitas novidades a serem anunciadas até o final do ano. As linhas de aparelhos de Karaoke e DVDs também serão mantidas.

Novo Mercado – A empresa pretende colher rapidamente os frutos dessas mudanças, que estão sendo promovidas com recursos próprios. “Daqui a um ano, a Tectoy será uma empresa completamente diferente, com um novo posicionamento também no mercado financeiro”, aposta Fischer.

A Tectoy opera na Bovespa há 14 anos. Neste ano, promoveu duas bem-sucedidas subscrições de ações – R$ 27 milhões em março e R$ 21 milhões em maio –, mas, mesmo assim, pretende mudar seu modelo de atuação. No início de agosto, o conselho administrativo da Tectoy aprovou a entrada da companhia no Novo Mercado da Bovespa. Para isso, a empresa terá de se adequar a regras mais exigentes.

Para Fischer, essa adequação será um estímulo a mais para aprimorar a governança administrativa da empresa. “Queremos que nossos investidores acompanhem de perto nosso modelo de gestão; quanto maior a transparência, maior a credibilidade.” O processo de adequação ao Novo Mercado inclui a criação de um conselho totalmente independente, formado por pessoas de peso no mercado, e de uma área no website corporativo dedicada exclusivamente ao relacionamento com os investidores.

Com todas essas mudanças, a Tectoy está pronta para uma nova fase, em que o crescimento será uma conseqüência natural. “Tenho plena certeza de que estamos colocando a empresa numa rota consistente de resultados”, afirma Fischer.

Fonte: Verdes Mares – 23/09

Comments

comments

Comments

comments