Shrek mostra que tem força para os negócios

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Trinta empresas licenciaram ogro; McDonald’s investe R$ 11 milhões em campanha e brindes.
No novo filme “Shrek Terceiro”, que estréia nos cinemas no próximo dia 15, o ogro volta às telas em mais uma aventura e novamente enche os bolsos com o licenciamento de produtos. Parece esquisito que um ogro verde, que mora em um pântano, não escova os dentes e solta pum faça tanto sucesso. “Trata-se de um personagem que agrada tanto adultos quanto crianças”, afirma o diretor-geral da Exim Character Licenciamento e Marketing, Celso Rafael. A empresa é responsável pelos personagens dos estúdios DreamWorks no Brasil.

No total, 30 empresas foram licenciadas para utilizar o personagem em seus produtos – “Homem-Aranha 3”, considerado como o fenômeno do ano de 2007, teve 50 contratos. “Esse número significa mais de 200 produtos com o personagem em todo o País”, comenta Rafael. Com isso, Shrek estará em alimentos, brinquedos, confecções, papelaria e material escolar. “Cobrimos as principais categorias e temos as empresas líderes de mercado atuando com o personagem”, diz o executivo.

Há desde a salsicha do Shrek, que já pode ser encontrada nas geladeiras dos supermercados de todo o País com a marca Eder, passando por cadernos, agendas e fichários da Foroni, brinquedos como bonecos, jogos, pelúcias e triciclos de empresas como Gulliver, Grow, Estrela e Bandeirante.

“Somente nesta categoria temos seis empresas licenciadas”, diz Rafael. Para a Gulliver, Shrek é um dos personagens mais importantes do ano, com Homem-Aranha e Piratas do Caribe. A linha com o ogro deverá representar cerca de 5% do faturamento da empresa em 2007, o que eqüivale à cerca de R$ 2,5 milhões. Serão 20 itens, entre personagens articuladas, bichos de pelúcia com som e movimento, figuras eletrônicas, etc.

No segmento de confecções, além de cama, mesa e banho com a Teka, a Brandili, especializada em moda infantil, fez uma linha de roupas para as crianças de um a oito anos com os personagens do filme. O licenciamento prevê exclusividade por um período de seis coleções. A expectativa é vender 120 mil peças da linha nos próximos meses e um milhão durante toda a vigência do contrato.

Ainda em alimentos, a Bauducco, que mantém a marca do personagem desde o segundo filme, terá uma linha de biscoitos e bolinhos. Logo cedo, as crianças já se encontram com o ogro e sua turma, que ilustram as embalagens de cereais matinais. A Kellogg’s desenvolveu um produto exclusivo com o ogro verde. O cereal é a mistura de bolinhas de chocolate com frutas verdes e estará disponível por tempo limitado. Shrek também será parceiro do Tigre Tony nas embalagens da família Sucrilhos, que trarão um “Shrek Voador” como brinde.

“Com todos esses produtos, nossa expectativa é que o terceiro filme do personagem tenha um crescimento de 40% em vendas em relação aos produtos de Shrek 2”, afirma Rafael. O executivo conta que, de todos os produtos licenciados, pelo menos 15% serão vendidos para os adultos. “Shrek consegue agradar a todos os públicos”, conta o diretor-geral da Exim.

Seguindo esse conceito, a rede de fast food McDonald’s aposta não só em novos brindes para o McLanche Feliz, o ogro verde será responsável por um novo menu. “Esta semana teve início a primeira fase da campanha de ‘Shrek Terceiro’. Todas as lojas da rede estão recebendo uma decoração tematizada para criar uma atmosfera que remeta ao filme”, afirma o diretor de marketing do McDonald’s no Brasil, Daniel Arantes.

Voltado para um público mais adultos, o “Shrek Menu” terá novidades criadas especialmente par a campanha. São dois novos sanduíches para compor esse cardápio: SuperCheddar Pepperoni e Veggie Crispy. O primeiro é inspirado no Cheddar McMelt – o segundo lanche mais vendido no Brasil -, mas incrementado com uma fatia de queijo ementhal, cebola, tomate e pepperoni; o segundo, “uma exclusividade nesse segmento”, revela Arantes, reúne um empanado de vegetais (brócolis, batata, cenoura, couve-flor, milho e queijo) em um pão de grãos, molho blanc, alface e tomate.

No “Shrek Menu”, um molho especial, à base de limão, para acompanhar a batata frita e uma sobremesa diferente, o Magic McFlurry: sorvete de baunilha com calda e crispies de maçã verde. Arantes conta que com as novidades a expectativa é crescer as vendas em 10% nos meses de junho e julho (período da promoção) em relação ao mesmo período do ano passado, que foi muito forte em vendas devido à Copa do Mundo.

“O desafio é grande, mas vamos superar o ano passado”, diz o executivo. Toda a campanha de Shrek teve um investimento de R$ 11 milhões. Com criação da Taterka irão ao ar, nos canais pagos e abertos, filmes de 15 segundos e 30 segundos. Cinema e internet também fazem parte do plano de mídia.

Para o McLanche Feliz estão reservadas algumas surpresas. Na primeira fase, personagens já conhecidos como o próprio Shrek, o Burro, o Gato de Botas, o Homem Biscoito e o Pequeno Marionete de Madeira, aquele mesmo, que cresce o nariz quando mente, serão os brindes. Já em uma segunda fase, que começa após o lançamento do filme nos cinemas, novos bonecos se juntam à turma, entre eles a princesa Fiona e pequenos personagens, “não posso revelar quais são para não contar o fim do filme”, brinca o executivo.

No total serão 11 bonecos no período da campanha. Os licenciados, e também os consumidores, já podem ir se preparando, já está nos planos dos estúdios Dreamworks uma seqüência de “Shrek Terceiro”, prevista para 2010.

Gazeta Mercantil – 05/06/07

Comments

comments

Comments

comments