Nestlé abre guerra contra refrigerantes

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Para reverter queda nas vendas de sua água Pure Life nos Estados
Unidos, anunciante assina campanha que vai relacionar os refrigerantes
à obesidade infantil

A
Nestlé está lançando comerciais nos Estados Unidos para divulgar a
linha Nestlé Pure Life como uma alternativa mais saudável aos
refrigerantes. A locução é da apresentadora de talk show Christina
Saralegui, que afirma: “Mais de 30% das crianças norte-americanas são
obesas. Beber água em vez de três refrigerantes por semana durante um
ano evitará que elas tenham três quilos a mais”.

Criada por
uma agência de Los Angeles especializada em marketing para latinos, a
Castells & Asociados, a propaganda foi veiculada em emissoras de
língua espanhola, e terá no início de 2009 versão em inglês a ser
criada pela Publicis de Dallas.

A iniciativa é uma tentativa da empresa de reverter a queda nas vendas de água, causada por uma cruzada
contra as garrafas plásticas e seus efeitos no meio-ambiente. A divisão
de Águas da Nestlé foi a única a apresentar queda nas vendas nos três
primeiros trimestres de 2008, num valor de US$ 6,4 bilhões, dentro do
total de US$ 81,4 bilhões.

Esse tipo de argumento contra
refrigerantes é divulgado por nutricionistas há vários anos, mas é a
primeira vez que a retórica aparece em comerciais de água. A vantagem
para a Nestlé é que a companhia não fabrica refrigerantes, ao contrário
das rivais PepsiCo e Coca-Cola. A Pure Life é a terceira água mais
vendida dos EUA, depois da Aquafina, da PepsiCo, e da Dasani, da
Coca-Cola, segundo a revista Beverage Digest. A Nestlé é dona também
das marcas Perrier, Vittel e Aquarel.

Diretores da Nestlé
afirmam que a idéia de atacar os refrigerantes surgiu por causa
pesquisas de mercado que apontavam que as vendas de água engarrafada
cresceram principalmente por causa dos consumidores que trocaram
refrigerantes e outras bebidas com açúcar por ela. Em 2006, 70% da
expansão nas vendas de água engarrafada nos EUA veio de pessoas que
resolveram trocar de bebida.

A Nestlé acrescentou há poucos
meses uma mensagem nas embalagens de sua água na qual atacava os
refrigerantes: “A garrafa típica de 350 ml de refrigerante tem o
equivalente a dez colheres de sopa de açúcar”, afirma o rótulo das
garrafas de 470 ml da marca Poland Spring.

Fonte: Meio&Mensagem (com informações do The Wall Street Journal) – 14/11/08

Comments

comments

Comments

comments