Moda é a segunda opção de compra para o Dia das Crianças

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

A compra de presentes para o Dia das Crianças começa a aumentar a partir desta semana. As lojas do Centro aguardam os pais em busca do tão esperado presente para o filho. Poucas pessoas mostram-se ressabiadas quanto aos preços. Segundo comerciantes de lojas de brinquedos o consumidor está “tímido” e a primeira vez é sempre para pesquisar, pois a compra, para muitos, só deve ser efetuada após o quinto dia útil do mês, data do pagamento de grande parte da classe trabalhadora.

A expectativa da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Jundiaí (CDL), segundo o presidente Edivaldo Bronzeri, é de crescimento nas vendas em torno de 3% a 5%, em relação a 2005. Bronzeri ressalta que os valores médios dos presentes giram em torno de R$15 a R$ 50, já que os itens mais caros são vendidos no Natal.

A gerente de loja Flávia Chida garante que ” a maior correria, sem dúvida, será nesta semana que antecede o Dia das Crianças, já que como bons brasileiros, os pais vão às compras um ou dois dias antes da data”, conclui. Ela alerta os pais de última hora sobre a possibilidade do produto esgotar e ocasionar frustração na criança.

Além de brinquedos, dados divulgados por uma operadora de crédito mostram que a compra de roupas e calçados são a segunda opção de compra, que corresponde a 21% das operações realizadas com cartão. Antes, esse número era de 19%. A expectativa dos lojistas é superar as vendas e, para isso, estão disponibilizando formas de pagamento mais maleáveis e descontos especiais para as compras à vista.

Comments

comments

Comments

comments