Governo proíbe importação de brinquedos Mattel para o Brasil

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Medida poderá acarretar a falta da boneca Barbie no Dia das Crianças e no Natal

O governo federal confirmou nesta terça-feira (11/09) a suspensão das importações de todos os brinquedos fabricados pela Mattel. Como a Mattel não produz brinquedos no Brasil, a decisão equivale à suspensão de todas as suas operações no país.

O objetivo, de acordo com o ministério do Desenvolvimento, é impedir que brinquedos com defeito entrem no Brasil. Desde o mês passado, a empresa americana – que tem fábricas na China – anunciou três recalls no país.

A proibição foi decidida no dia 17 de agosto, logo depois do primeiro recall, mas só foi confirmada nesta terça, durante uma audiência pública na Câmara dos Deputados.

A suspensão, segundo o ministério, só será revogada quando a fabricante atender às normas técnicas estabelecidas por órgãos do governo. Entre os brinquedos fabricados pela Mattel, estão as bonecas Barbie e Polly e os carrinhos Hot Wheels.

O maior risco é o de faltar bonecas Barbie, a mais vendida no país, na temporada de compras do Natal. Muitas lojas já fizeram suas compras para o Dia da Criança, segundo período mais rentável do ano para o setor. Quem não tem brinquedos da Mattel no estoque terá tempo hábil para substituir os produtos da empresa americana por nacionais.

Para o presidente da Associação Brasileira de Lojistas de Shopping Centers (Alshop), Nabil Sahyoun, a proibição de importações deve trazer prejuízo para as redes varejistas. Segundo ele, a queda no faturamento das lojas será ainda maior por causa da proximidade do Dia da Criança. “Todos saem perdendo: o setor de brinquedos, os consumidores e até o governo, que deixa de arrecadar ICMS.” O setor movimenta cerca de R$ 1 bilhão ao ano.

A fabricante de brinquedos Estrela, que completa 70 anos em 2007, deverá ser beneficiada pela medida, pois lançou ontem (11/09) em São Paulo uma versão remodelada da Susi, com pernas mais longas e finas e cabeça menor, dando a impressão que a boneca cresceu.

Preocupada com o desempenho nas vendas do Natal, a Associação Brasileira de Supermercados (Abras) anunciou hoje (12/09) que vai pedir ao governo a revisão da medida que suspendeu as licenças de importação da Mattel. Há também a preocupação de que esses produtos cheguem ao mercado brasileiro por vias indiretas e irregulares.

Fontes: Jornal da Globo, G1, O Globo, IPCDigital.

Comments

comments

Comments

comments