Comercial da Hyundai é denunciado como abusivo e prejudicial às crianças

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

O Instituto Alana, em parceria com a organização não-governamental Criança Segura, encaminhou representação ao Ministério Público do Estado de São Paulo pela divulgação em televisão do anúncio do Hyundai Santa Fé.

A representação alega que comercial viola diversos dispositivos legais, assim como atenta contra valores éticos e morais da sociedade, explorando:

  • sexualidade;
  • clichês com valores distorcidos da sociedade, como estilo “descolado” de vida, valorizar o “ter” ao invés do “ser”;
  • situações de grande risco.

Os dispositivos constitucionais que o comercial viola incluem o Estatuto da Criança e do Adolescente e o Código de Defesa do Consumidor.

Os publicitários e profissionais de marketing que trabalham com produtos onde a criança é consumidora, influenciadora ou ‘decisora’ de compra ou simplesmente que queiram ter as crianças como protagonistas de seus comerciais precisam estar muito atentos às leis e normas brasileiras que regulam a publicidade relacionada de alguma forma à criança.

Uma atuação responsável das empresas é fundamental para o seu sucesso e também para evitar reações negativas futuras.

Comments

comments

Comments

comments